Muitos gases na gravidez? conheça as causas e saiba o que fazer

    Muitos gases na gravidez? conheça as causas e saiba o que fazer

    10 mar. 2021

    Você sabia que os gases na gravidez são mais comuns do que imaginamos? Também conhecido como flato, ou flatulência, esse sintoma é bastante frequente durante o período de gestação — mais precisamente, no decorrer dos últimos meses.

    Diariamente, as mulheres grávidas reclamam desse sintoma, que pode gerar um certo mal-estar. Ele se deve ao processo digestivo, que se torna mais lento e faz com que haja um acúmulo de gases na região intestinal. A condição também pode acontecer a partir da pressão maior do útero sobre o intestino.

    Mas não é porque essa condição é constante que você precisa sofrer com os seus efeitos. Para passar por essa fase mais tranquilamente, trouxemos para você todas as informações relevantes sobre o assunto, além de dicas exclusivas para aliviar os gases na gravidez. Vamos lá!

    Quais são os sintomas dos gases na gestação?

    Os gases na gravidez são uma condição que pode ocorrer em qualquer momento dessa fase da vida da mulher. Contudo, o mais comum é que o sintoma se intensifique no final da gestação, quando o organismo feminino já passou por transformações hormonais significativas e todo o sistema digestivo acaba sendo afetado1.

    Entre os principais sintomas dessa mudança estão as dores na barriga, um efeito bastante incômodo e que, de acordo com a sua intensidade, também faz com que algumas pessoas o confundam com as famosas contrações. Contudo, é sempre importante lembrar que essa dor não é originária da mesma região responsável por causar a contração do parto e, inclusive, ela não apresenta a mesma periodicidade2.

    Ainda vale ressaltar que, diferentemente do que se acredita, os gases na gravidez não têm um odor mais forte do que em outras fases da mulher. Tal característica dependerá mais do que a pessoa costuma comer, uma vez que existem alimentos responsáveis por intensificar a produção gasosa.

    O que fazer para aliviar os gases na gravidez?

    Caso você esteja passando por um momento de excesso de gases, veja só medidas que você pode adotar no meu dia a dia para aliviar essesVocê sabia que os gases na gravidez são mais comuns do que imaginamos? Também conhecido como flato, ou flatulência, esse sintoma é bastante frequente durante o período de gestação — mais precisamente, no decorrer dos últimos meses.

    Diariamente, as mulheres grávidas reclamam desse sintoma, que pode gerar um certo mal-estar. Ele se deve ao processo digestivo, que se torna mais lento e faz com que haja um acúmulo de gases na região intestinal. A condição também pode acontecer a partir da pressão maior do útero sobre o intestino.

    Mas não é porque essa condição é constante que você precisa sofrer com os seus efeitos. Para passar por essa fase mais tranquilamente, trouxemos para você todas as informações relevantes sobre o assunto, além de dicas exclusivas para aliviar os gases na gravidez. Vamos lá!

    Quais são os sintomas dos gases na gestação?

    Os gases na gravidez são uma condição que pode ocorrer em qualquer momento dessa fase da vida da mulher. Contudo, o mais comum é que o sintoma se intensifique no final da gestação, quando o organismo feminino já passou por transformações hormonais significativas e todo o sistema digestivo acaba sendo afetado1.

    Entre os principais sintomas dessa mudança estão as dores na barriga, um efeito bastante incômodo e que, de acordo com a sua intensidade, também faz com que algumas pessoas o confundam com as famosas contrações. Contudo, é sempre importante lembrar que essa dor não é originária da mesma região responsável por causar a contração do parto e, inclusive, ela não apresenta a mesma periodicidade2.

    Ainda vale ressaltar que, diferentemente do que se acredita, os gases na gravidez não têm um odor mais forte do que em outras fases da mulher. Tal característica dependerá mais do que a pessoa costuma comer, uma vez que existem alimentos responsáveis por intensificar a produção gasosa.

    O que fazer para sintomas.

    O primeiro passo é investir em uma alimentação balanceada e com foco em minimizar esses efeitos. Nesse caso, sugerimos evitar ou reduzir alguns ingredientes que intensificam a flatulência. São eles3:

    • lentilhas, grão-de-bico e feijão;
    • couve-flor, pepino, alcachofra, repolho, pimentão, alface e aspargos;
    • laranja, limão, ameixas, damasco e uvas;
    • cereais e massas integrais, como aveia e farelo de trigo;
    • laticínios em grandes quantidades.

    Além disso, você também pode utilizar algumas medidas próprias para eliminar gases, como:

    • massagens na região abdominal: com movimentos leves e em círculos, por aproximadamente 10 minutos;
    • exercícios físicos: faça caminhadas curtas para aliviar o desconforto;
    • alongamentos.

    É possível tomar remédios próprios para essa finalidade?

    Em determinadas situações, o médico responsável por acompanhar a gestação pode indicar o uso de alguns medicamentos. Um deles é o Luftal, também conhecido por Simeticona.4

    Esse medicamento tem efeito em apenas 10 minutos*! Segura, essa formulação não é absorvida pelo organismo. Por isso, Luftal apresenta risco mínimo para grávidas. Ainda assim, é importante sempre consultar um médico para que você tenha a sua administração mais adequada.

    Viu só? Com essas informações, esperamos que você consiga aliviar os gases na gravidez e aproveitar essa fase com mais conforto e bem-estar. Lembre-se de sempre utilizar medidas que sejam seguros e recomendados pelo médico de sua confiança.

    Caso tenha uma indicação de uso de medicamento, aproveite para conferir quais são as opções de Luftal disponíveis no mercado.

    *Vide bula do medicamento

     

    Referências:

    1. https://areademulher.r7.com/maternidade/gases-na-gravidez/
    2. https://hospitalnovo.com.br/sintomas-mais-comuns-durante-a-gestacao/
    3. https://br.guiainfantil.com/materias/gravidez/7-alimentos-que-produzem-gases-na-gravidez/
    4. https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/07/21/simeticona-age-rapido-contra-gases-e-ate-colicas-mas-trata-so-sintomas.htm

     

    LUFTAL® M.S. 1.7390.0009 (simeticona) e LUFTAL® GEL CAPS (simeticona) MEDICAMENTO DE NOTIFICAÇÃO SIMPLIFICADA RDC ANVISA Nº 199/2006. AFE nº 1.00.639-8. Indicados para pacientes com excesso de gases no aparelho digestivo. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

    Categories